EDP Renováveis aumentou produção em 10% até setembro

Operações da EDPR na Europa, América do Norte e Brasil geraram 43%, 54% e 3%, respetivamente, do total da produção nos primeiros nove meses deste ano.

A EDP Renováveis (EDPR) produziu 19,8 TWh (terawatts) de energia renovável nos primeiros nove meses de 2017, um incremento anual de 10%.

Segundo o comunicado enviado pela empresa à CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, “o aumento da produção beneficia das adições de capacidade durante os últimos 12 meses juntamente com o maior recurso eólico”, ou seja, 30% em comparação com os 29% conseguidos nos primeiros nove meses do ano passado.

De acordo com este comunicado, as operações da EDPR na Europa, América do Norte e Brasil geraram 43%, 54% e 3%, respetivamente, do total da produção.

Na Europa, a geração decresceu 1%, para 8,5 TWh, com a comparação anual impactada pelo “excepcional recurso eólico” nos primeiros nove meses do ano passado, em comparação com um recurso eólico normalizado no período homólogo do presente exercício.

Na América do Norte, a produção da EDPR no período aumentou em 19%, totalizando 10,7 TWh, “reflectindo o crescimento da capacidade instalada e o superior factor de utilização desses novos projectos”.

Já no Brasil, a produção da EDPR aumentou para 564 GWh (gigawatts) “como consequência das adições de capacidade com recurso eólico superior”.

Entre Janeiro e Setembro de 2017, a EDPR “atingiu um factor de utilização de 30%, “reflectindo a nova capacidade com superiores factores de utilização e o recurso eólico do período.