Grupo Vila Galé quer abrir hotel no Palácio Rio Branco na Bahia

O Grupo Vila Galé quer abrir um hotel no Palácio Rio Branco, no Estado da Bahia, no âmbito do programa Revive, que esta passada sexta-feira foi assinado entre Portugal e o Brasil. Ainda em fase de aprovação, o projecto contará com 107 quartos, num investimento de 42 milhões de reais.

A informação foi avançada pelo presidente do grupo hoteleiro português Jorge Rebelo de Almeida, à margem da inauguração do Vila Galé Collection Elvas, o primeiro projecto aprovado pelo programa Revive em Portugal, fruto da reabilitação do antigo Convento de São Paulo, no centro histórico de Elvas.
 
O hotel na Bahia, cuja aprovação deverá ser feita no prazo de 60 dias, terá 15 meses de construção, pelo que a sua abertura deverá ser feita no início de 2021. Segundo o mesmo responsável o projecto passa ainda pela revitalização do museu já existente nesta que foi a antiga sede do Governo da Bahia, em Salvador. Para além dos quartos, Jorge Rebelo de Almeida salientou ainda o restaurante e a infinity pool, ambos com vista para a cidade.
 
Já em Portugal e com vários projectos em andamento, o Grupo Vila Galé demonstrou ainda interesse no Convento de São Francisco e a sua envolvente onde se encontra a antiga fábrica de cortiça em Portalegre. Também no âmbito do programa Revive poderá surgir um hotel com cerca de 90 quartos, segundo o mesmo responsável.