Magalu lança plataforma para pequenos varejistas e autônomos durante quarentena

Com grande parte do comércio fechado diante à necessidade de isolamento social, o Magazine Luiza lançou no dia 31 uma plataforma digital de vendas para ajudar micro e pequenos varejistas e profissionais autônomos a manter seus negócios.

Batizada de Parceiro Magalu, a ferramenta inclui duas plataformas digitais, uma voltada para cadastro de pessoas jurídicas e outra para pessoas físicas. Para participar, as empresas devem operar com receitas inferiores a R$ 5 milhões por ano e os microempreendedores individuais até R$ 81 mil.

No Parceiro Magalu, os varejistas poderão oferecer seus produtos sem custo na entrega das mercadorias vendidas e com uma taxa de 3,99% a cada venda concretizada – podendo ser paga até 31 de julho. A plataforma se encarrega pela geração da nota fiscal da venda e oferece ao comerciante dados a respeito das operações realizadas

Para as pessoas físicas, a plataforma permite que qualquer pessoa crie sua próprias loja virtual, sem custo, e venda seus produtos por meio de redes sociais (Facebook e Instagram e Whatsapp).

Em cada venda realizada por esses parceiros, o Magalu paga uma comissão que pode variar entre 1% e 12%, a depender do produto, da categoria a que ele pertence e do volume total vendido pelo parceiro.

A partir de R$ 50 acumulados em comissões, o parceiro está apto a receber o valor, que poderá ser depositado em uma conta bancária própria, em uma conta fácil, ou em uma conta digital, em até 34 dias.

“Nossa plataforma permitirá que esses milhões de brasileiros possam continuar a trabalhar, sem sair de casa e sem correr riscos. Digitalizar o varejo e os brasileiros faz parte da nossa estratégia de negócio e do nosso propósito como empresa – e ele nunca se mostrou tão necessário quanto nesses tempos que estamos vivendo”, diz Frederico Trajano, CEO do Magalu.