São mais de 200 mil brasileiros morando em Portugal, a maior comunidade de estrangeiros no país. Além da qualidade de vida, segurança e belezas naturais, Portugal é considerado o novo vale do silício europeu, pois tem investido fortemente em inovação e tecnologia.

Com incentivos fiscais e legais que visam proporcionar benefícios aos investidores estrangeiros e locais, além de ter um custo relativamente inferior em relação a outros países da Europa Ocidental, Portugal oferece possibilidades para que se consiga empreender com facilidade e assim também movimentar positivamente o mercado interno e a economia portuguesa.

O processo de internacionalização de uma empresa brasileira pode ser iniciado por qualquer país, mas Portugal oferece algumas vantagens que podem facilitar à essas empresas a entrada no mercado europeu. Claro que essa escolha leva em consideração o produto ou serviço oferecido e o seu consumo no mercado local, a cultura e o comportamento dos consumidores, a concorrência, as questões legais, entre outros.

Para Maurizio Calcopietro, coordenador do Comité de Inovação e Tecnologia da CCILB, o ecossistema de inovação de Portugal cresceu muito nos últimos anos, sobretudo depois do Web Summit, a maior conferência de tecnologia e inovação da Europa que acontece anualmente em Lisboa, e também pelos apoios oferecidos pelo governo português, situações que atraíram a atenção de startups e investidores. Apesar de ser um país pequeno, com aproximadamente 10 milhões de habitantes, é um país perfeito como porta de entrada na Europa, para um mercado com mais de 500 milhões de habitantes.

Ao começar o processo de internacionalização de um negócio em um país pequeno, para depois expandir para outros, é possível ter um panorama geral do mercado europeu e se posicionar com mais assertividade antes de alcançar novos mercados internacionais. A aproximação linguística é uma das grandes vantagens, já que facilita a comunicação para os processos burocráticos e operacionais.

A Câmara de Comércio e Indústria Luso-brasileira possui três comités que oferecem diferentes tipos de apoios para a internacionalização:

O Comité de Desenvolvimento de Negócios que oferece apoio em estudos de mercado, prospeção de negócios e captação de investimentos;

O Comité de Inovação e Tecnologia que oferece apoio na promoção e conexão entre empresas, startups e investidores;

E o Comité de Trade Finance que desenvolve planos de negócio e investimento e oferece uma larga rede de contactos para auxiliar na expansão internacional.

Não hesite em solicitar o nosso apoio para internacionalizar o seu negócio com confiança em terras lusitanas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.